Quarta, 19 de setembro de 2018.

Edição 2018 do Renault Experience lança duas novas categorias

 

  •      Iniciativa do Instituto Renault busca estimular a inovação e o empreendedorismo de universitários por meio do modelo de startups
  •    Além da categoria Soluções de Mobilidade, o programa lança duas novas categorias: Desafio Twizy e Negócios Sociais
  • · O tema da edição 2018 é: “Como tornar nossas cidades melhores?”

Na noite de ontem (18), o Instituto Renault deu início a mais uma edição do programa Renault Experience adicionando uma série de novidades à iniciativa, que tem por objetivo estimular o empreendedorismo e a inovação de universitários de todo o país seguindo o modelo de startups. A cerimônia de lançamento aconteceu no auditório do Centro Universitário Internacional Uninter, em Curitiba, e recebeu cerca de 300 pessoas no local, além outras 3 mil pessoas que acompanharam a transmissão do evento on-line. Em sua terceira edição nesse molde, o programa adota o mote “Como tornar nossas cidades melhores? ”. Para esta edição, será mantida a categoria “Soluções de Mobilidade” e inauguradas duas outras: “Negócios Sociais”, para a busca de soluções que promovam inclusão, diversidade, segurança no trânsito; e “Desafio Twizy”, que utilizará os códigos abertos da plataforma do Renault Twizy para projetos de mobilidade urbana envolvendo o compacto elétrico da Renault.

“As duas edições realizadas no formato de startup receberam uma grande quantidade de projetos de alto nível, sendo três deles acelerados em 2017 e outros três em 2018. A grande adesão ao programa revela que estamos no caminho certo, ao estimular o desenvolvimento de soluções inovadoras, simples e acessíveis para situações do dia a dia. O sucesso da fórmula nos mostrou também a oportunidade de aproveitar o potencial dos universitários do Brasil em duas outras categorias, para promover a inclusão dos negócios sociais e a mobilidade zero emissão – tema em que a Renault é referência mundial”, afirma Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de Comunicação da marca.

O programa existe desde 2008 e passou por uma reformulação em 2016, quando iniciou o modelo de startups. Desde então, já envolveu quase 2900 estudantes de 131 instituições de ensino superior de 14 estados, com a apresentação de 768 projetos.

O Renault Experience é o único programa do gênero que acompanha todo o processo de criação de uma startup, desde o nascimento da ideia, do protótipo, até sua transformação em produto final. O programa também se destaca por proporcionar o encontro dos universitários e suas startups finalistas com a cadeia de valor da Renault do Brasil, como concessionários, fornecedores, Conselho Diretor, executivos, além de possíveis investidores e Instituições-Anjo.

As inscrições podem ser feitas, a partir de amanhã (20), por meio dos sites renaultexperience.com.br e  institutorenault.com.br. As equipes devem ser compostas de três a cinco pessoas da mesma universidade, podendo contar também com um membro-coringa – amigos, profissionais de mercado, acadêmicos de outras IES, etc.. O Renault Experience também estimula a formação de equipes multidisciplinares – com áreas de formação diferente – e incentiva a diversidade entre os membros.

 
Categorias

1)      Soluções de mobilidade

É a categoria presente no Renault Experience desde sua primeira edição no formato de startups, buscando o desenvolvimento de produtos e serviços que melhorem a mobilidade das cidades.

2)      Desafio Twizy

 A categoria tem como base a POM – sigla para Plataform Open Mind, apresentada pela marca na edição 2017 do Consumer Electronic Show (CES), em Las Vegas. Trata-se de uma plataforma automotiva de código aberto para o Twizy, permitindo o uso livre dos dados do compacto elétrico para o desenvolvimento de soluções de mobilidade. A plataforma está disponível para que os participantes do Renault Experience copiem e modifiquem o hardware existente permitindo a criação de um veículo elétrico totalmente personalizado.

3)      Negócios Sociais

A nova categoria do Renault Experience busca desenvolver empresas economicamente viáveis, que trabalhem para gerar impacto positivo na sociedade.  Dentro desse propósito, as equipes devem buscar soluções nos temas: inclusão, diversidade, segurança no trânsito e mobilidade urbana sustentável.

No momento de inscrição, é obrigatório escolher a categoria principal de sua solução.
Porém,  o programa incentiva que as equipes incluam aspectos de todas as categorias em seus projetos.

Fases do Programa

A edição atual do Renault Experience será realizada de setembro 2018 a setembro de 2019 e está dividida nas etapas abaixo:

1)      Ideathon: Concepção da ideia e desenvolvimento do projeto. Nesta etapa, realizada on-line, os estudantes passarão por uma trilha de design para conceber a ideia e a construção do modelo de negócios.
Período: de setembro a dezembro de 2018

2)      Pré-aceleração: A etapa, também on-line, selecionará os 30 melhores projetos para receber mentorias, validar o modelo de negócio e enriquecer a ideia original.
Período: de fevereiro a abril de 2019.

3)      Aceleradora RX:  Prototipação dos três projetos vencedores. É presencial e tem duração de quatro semanas. Durante o processo de aceleração, as equipes passam por formações, aprimoramento do projeto, além da oportunidade de apresentar sua ideia para o corpo de direção da Renault do Brasil.
Período: julho de 2019.

4)      Competição internacional: A equipe participante do Renault Experience que apresentar o melhor projeto utilizando a plataforma POM, além de ser acelerada e prototipar sua ideia em um Renault Twizy real, poderá também apresentá-lo aos engenheiros da matriz Renault na França.
Período:  setembro de 2019.

Instituto Renault

Criado há oito anos, o Instituto Renault tem como objetivo promover ações voltadas à sustentabilidade socioambiental, atuando em dois eixos: Mobilidade Sustentável com destaque para o programa “O Trânsito e Eu”; e Inclusão, por meio do qual são desenvolvidas ações voltadas ao Desenvolvimento Social, à Educação e à Diversidade, como o apoio à Associação Borda Viva e o projeto Renault Experience. Mais de 700 mil pessoas já foram impactadas pelas ações do Instituto Renault.