Segunda, 28 de agosto de 2017.

GRANDE PRÊMIO DA BÉLGICA DE F1

A Equipe Renault Sport de Fórmula 1 repetiu seu melhor resultado pela terceira vez na temporada, com o sexto lugar de Nico Hülkenberg na chegada do Grande Prêmio da Bélgica. Os dois pilotos ganharam posições na corrida. Em sétimo no grid, Nico fez uma bela corrida e ganhou um lugar, acumulando oito pontos. A equipe está a apenas 1 unidade para chegar ao sétimo lugar no campeonato. Após um início,, em um fim de semana promissor, Jolyon Palmer teve um problema com a caixa de câmbio durante as qualificações, o que exigiu um reposicionamento e provocou uma penalidade de cinco posições no grid de largada. O britânico largou em 14º e, devido à penalidade de outro concorrente, ganhou um lugar para terminar em 13º.
 
  • Nico largou em sétimo com pneus Pirelli ultramacios. Na 11ª volta, eles foram trocados por pneus macios (amarelos) novos e depois por ultramacios na volta de número 29.
  • Jolyon largou em 14º com pneus ultramacios, que foram trocados por um jogo de pneus macios novos na oitava volta e depois ultramacios novos na volta de número 30.
 
Nico Hülkenberg, R.S.17-04 n° 27 – Largada: 7º – Chegada: 6º.
“Foi um dia bastante produtivo. Estou feliz e agradavelmente surpreso com o resultado. Não fiz uma boa largada, mas consegui corrigir a trajetória logo na primeira curva antes de desafiar o Checo na Eau Rouge. Senti o carro melhor do que no sábado e terminamos novamente como 4ª equipe mais rápida. Tive belos duelos hoje com o Fernando e minha briga com Esteban foi bem perigosa. Esteban sofreu uma falha total durante a frenagem quando o Fernando fez uma ultrapassagem com o DRS seguida de uma grande aspiração. Por um momento pensei que isso poderia acabar mal, mas o resultado foi uma formidável batalha no final. Tenho certeza que foi fantástico para quem estava assistindo. Agora, sigo com mais confiança rumo a Monza”.
 
Jolyon Palmer, R.S.17-03 n°30 – Largada: 14ª – Chegada: 13º.
“Acho que a corrida poderia ter sido melhor. Sabíamos que a penalidade nos obrigaria a largar com pneus usados, enquanto todos os pilotos ao meu redor estavam com pneus novos. Isso me obrigou a ficar na defensiva. Apesar disso, fiz uma boa largada e o carro estava bem melhor quando trocamos os pneus. O problema foi ficar preso no pelotão durante boa parte da corrida. Mesmo assim, consegui fazer belas batalhas – e algumas até divertidas – mas é uma pena que o resultado final não tenha ficado à altura. Teríamos certamente acumulado pontos no final da corrida se tivesse sido possível largar em 7º”.
 
Cyril Abiteboul, Diretor Geral:
“A equipe fez uma boa corrida como um todo, acumulando pontos e mostrando seu potencial como quarta potência nas qualificações e na corrida. O Nico repetiu seu melhor resultado da temporada ao terminar em sexto. Apesar de uma primeira volta difícil, ele pôde partir com tudo graças a uma excelente estratégia que foi perfeitamente executada. Os resultados de Jolyon são decepcionantes para a escuderia e para ele. A penalidade de cinco posições no grid e sua classificação na chegada contrasta com a excelente performance que ele teve no início do fim de semana. Vamos investigar o que aconteceu para compreender a diferença de ritmo entre sábado e domingo. Aproveito para fazer um comentário sobre a Red Bull Racing. Infelizmente, o resultado deste domingo foi contrastante, com o excelente ritmo e o novo pódio de Daniel Ricciardo de um lado, e a abandono de Max Verstappen do outro. O problema parece ter sido provocado por um sensor eletrônico. Peço desculpas à escuderia Red Bull Racing e, sobretudo, ao Max e seus inúmeros fãs que, assim como nós, se decepcionaram com o resultado da corrida de hoje. Vamos analisar isso junto com a RBR e definir um plano de ação para eliminar por completo estes problemas que prejudicam totalmente o potencial da equipe”.
 

Releases Relacionados