Quinta, 23 de abril de 2020.

Instituto Renault apoia iniciativa do Governo do Estado do Paraná para distribuição de máscaras produzidas pelo terceiro setor

A produção da Unilehu (Universidade Livre para Eficiência Humana) permite a geração de renda para famílias em situação de vulnerabilidade social
 

Em mais uma iniciativa do Instituto Renault com foco na geração de renda para famílias em vulnerabilidade social, em parceria com a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná e da rede de voluntários “Família Solidária”, 11 mil máscaras serão destinadas a profissionais da saúde e instituições sociais. Parte da produção será entregue à Secretaria da Saúde de São José dos Pinhais e à Instituição Pequeno Cotolengo.

A confecção das máscaras é feita pelo Programa Supera, uma das unidades de inclusão da Unilehu, que por meio da formação na costura e estamparia gera renda para diversas pessoas em situação de vulnerabilidade social.

 “Por meio dessa iniciativa buscamos gerar renda para famílias neste momento de paralisação e, ao mesmo tempo, produzir máscaras que são essenciais para conter o aumento do número de casos de coronavírus no estado”, afirma Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de Comunicação da Renault do Brasil.

“Essas máscaras serão repassadas para entidades e famílias em situação de vulnerabilidade social pela Rede Família Solidária. Essa é mais uma boa contribuição neste momento tão complicado em que vivemos. Por isso, pedimos que a sociedade paranaense continue ajudando quem mais precisa”, explicou o secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost.

“Em nossa instituição social temos várias unidades e setores de inclusão, uma delas é uma fábrica que faz a qualificação profissional de costureiros de Curitiba. Com essa pandemia decidimos usar essa estrutura para confeccionar essas máscaras que serão utilizadas por instituições que mais precisam”, disse a presidente da Unilehu, Andrea Koppe.
 
Sobre o projeto Supera
O Programa Supera é a unidade de geração de renda da Unilehu, organização do terceiro setor que tem por missão principal tornar possíveis iniciativas sociais de inclusão. Com foco na geração de renda, desde 2007 o Supera possibilita a criação de oportunidades a pessoas em vulnerabilidade social, através da oportunidade de trabalho e formação na costura.    

Em oficinas de produção de costura, estamparia e artesanato, mais de 150 pessoas em vulnerabilidade social foram qualificadas para fazer os produtos do portfólio Supera, que conta com diversas opções de brindes, presentes e vestuário. Desde o início das atividades, 62 alunos já se tornaram produtores certificados e passaram a ter remuneração por produção.

Para ajudar ainda mais o processo, o Supera fornece infraestrutura, com equipamentos e matéria prima para a confecção dos produtos e se responsabiliza pela comercialização do estoque produzido.

O projeto amplia o seu impacto social ao dar prioridade no desenvolvimento de produtos sustentáveis feitos de diversos tipos resíduos, contribuindo para a preservação do meio ambiente.

Sobre o Pequeno Cotolengo
O Pequeno Cotolengo acolhe pessoas com deficiências múltiplas (físicas e intelectuais) de todas as idades e de qualquer região do estado do Paraná, que foram abandonadas por suas famílias, sofreram maus tratos ou viviam em situação de risco. São cerca de 220 assistidos que recebem na instituição acolhimento, educação e saúde, tudo feito com muito carinho para oferecer qualidade de vida a cada um deles.

Todo o atendimento realizado pelo Pequeno Cotolengo é gratuito para os moradores, e a instituição se mantém com o apoio de empresas e de toda a sociedade. Recentemente, foi inaugurado um Lar que acolhe idosos que estavam em longa permanência em leitos hospitalares, em sua grande maioria, sem contato com a família, e agora, moram na Instituição.

A organização é a única instituição do país a ser eleita por três anos seguidos uma das 100 melhores do Brasil, reafirmando sua transparência, e compromisso para com os Assistidos e a sociedade.

Sobre o Instituto Renault
Fundado em 14 de setembro de 2010, o Instituto Renault já impactou mais de 740 mil pessoas, atuando nos eixos de inclusão e mobilidade sustentável.  Criado há nove anos, o Instituto Renault tem como objetivo promover ações voltadas à sustentabilidade socioambiental, atuando em dois eixos: Mobilidade Sustentável e Inclusão.

No eixo Inclusão, além do Renault Experience a Renault apoia a Associação Borda Viva, para promoção do desenvolvimento social, da segurança alimentar para crianças e do empoderamento feminino por meio do empreendedorismo e da geração de renda.

No eixo Mobilidade Sustentável, destaque para o Programa “O Trânsito e Eu”, de educação para segurança no trânsito, presente de forma permanente em oito municípios do país: Curitiba, São José dos Pinhais, Maringá e Arapongas, no Paraná; Pelotas (RS); além das cidades paulistas de São Bernardo do Campo, Santa Bárbara d’Oeste e São Paulo, capital. O programa também desenvolve ações itinerantes em parques, shoppings e eventos. Cerca de 230 mil crianças já foram impactadas pela iniciativa. No mesmo eixo, a Renault já comercializou cerca de 300 veículos 100% elétricos no Brasil a empresas que possuem projetos relacionados à mobilidade zero emissão. 

Releases Relacionados

  • Renault lança campanha `Se é Renault, pode confiar` com preços de revisões…

    Marca também realiza a ação social `Multiplique o Bem`, cada quilo de alimento recebido será doado em…

    Saiba mais

    Clique aqui para ver a notícia.
  • Casa do Zezinho utiliza veículos cedidos pelo Instituto Renault para…

    Kangoo Z.E. 100% elétrico, Renault Master e Renault Logan contribuem para que as entregas cheguem em segurança às…

    Saiba mais

    Clique aqui para ver a notícia.
  • Instituto Renault e colaboradores voluntários realizam doações para…

    - Equipe de colaboradores da Montagem arrecadou 487 cestas básicas, 250 litros de leite e 350 frascos de álcool em gel…

    Saiba mais

    Clique aqui para ver a notícia.