Quinta, 10 de novembro de 2016.

Pilotos da Renault na Fórmula 1 visitam Salão de São Paulo

O estande da Renault no Salão Internacional do Automóvel em São Paulo recebeu, na quinta-feira (10), a visita dos pilotos Jolyon Palmer e Kevin Magnussen, da equipe Renault Sport Formula One Team. A dupla agitou o público que esteve no espaço da marca francesa e falou um pouco das expectativas para a prova do próximo domingo (12/11) e também do traçado do circuito de Interlagos. 

Palmer e Magnussen aproveitaram para conhecer as novidades que a Renault expõe no salão deste ano. Os dois pilotos tiraram fotos com o Captur, SUV que se destaca pelo design sensual e elegante, com pintura biton, e que teve seu pré-lançamento iniciado a partir da mostra.  

Os pilotos também tiraram fotos ao lado do R.S. 16, carro de F1 idêntico ao que a dupla dirige na atual temporada. Ao lado do monoposto está exposto o motor F1 Energy (1.6 V6 turbo), que leva o carro da dupla a mais de 300 km/h. 

Jolyon Palmer bateu um papo com os apresentadores do canal TopSpeed no Studio Renault, que tem parceria com o YouTube. O piloto ainda testou o HTC Vive, ativação que transporta os participantes para um mundo virtual no estilo “Matrix”, onde é possível conhecer o box da Renault na Fórmula 1. O piloto também conheceu de perto novos motores 1.0 SCe e 1.6 SCe, que levam tecnologias das pistas para as ruas.

Kevin Magnussen
Filho do também piloto Jan Magnussen, que competiu na Fórmula 1 na década de 90, Kevin, de 24 anos, começou sua carreira no kart. Competiu na Fórmula Renault, onde obteve grandes resultados, assim como na Fórmula 3 alemã. Participou de um programa interno de jovens pilotos da McLaren e foi contratado como piloto titular em 2014. Logo em sua corrida de estreia, na Austrália, subiu ao pódio e conquistou seus primeiros pontos no campeonato. Assumiu como piloto titular da Renault em 2016.

Jolyon Palmer
O piloto britânico de 25 anos começou a carreira no kart e outras corridas de monopostos. Em 2011 entrou na GP2, categoria da qual foi campeão em 2014, após uma temporada com disputa acirrada com o piloto brasileiro Felipe Nars. Ingressou na Fórmula 1 em 2015, como terceiro piloto da Lotus. Em 2016, já correndo pela Renault, foi anunciado como um dos pilotos titulares da equipe. Conquistou seus primeiros pontos da carreira no GP da Malásia, em outubro.

Renault na Fórmula 1 
A Fórmula 1 é a expressão máxima da paixão pelo automóvel. E a paixão constitui exatamente a identidade da Renault, expressa em sua assinatura, “Passion for life”. A Fórmula 1 é uma vitrine da expertise tecnológica que a Renault desenvolve para seus produtos em benefício de seus clientes. 

O preto e amarelo são cores institucionais da Renault por natureza, mas elas também fazem parte da herança da Renault Sport. Em 1977, o primeiro carro de F1 concebido pela Renault – o RS01 – utilizava estas mesmas cores. O visual do R.S. 16 presta uma homenagem àquele carro fantástico.

Com a volta da Renault como escuderia na F1 neste ano, a Renault Sport Racing passou a ser a responsável por todas as atividades de competição, com a Renault Sport Formula One Team, a Renault e.dams, a Fórmula Renault 2.0, a Renault Sport R.S.01 Trophy, e outros programas de “customer racing” em circuitos e rali. 

Já a Renault Sport Cars, que tem a sua origem na divisão Renault Sport Technologies, comanda o desenvolvimento e comercialização da gama de veículos de produção em série Renault Sport. A Renault Sport é reconhecida em todo o mundo pela excelência de seus hatches esportivos compactos, como o Sandero R.S., Megane R.S., Clio R.S., assim como pela eficácia e acessibilidade de seus GT, como o Novo Megane GT.

Releases Relacionados