Segunda, 18 de junho de 2018.

TRÊS STARTUPS SERÃO ACELERADAS NA FASE FINAL DO RENAULT EXPERIENCE

  • As startups escolhidas são da USP, Uninter (Paraná) e Universidade Federal do Espírito Santo
  • Aceleradora Renault começa no dia 08/07, em Curitiba

Um sensor que capta o álcool automaticamente através da respiração do motorista, desliga o veículo e informa outra pessoa por um aplicativo; um sistema de delivery compartilhado, que conecta quem deseja entregar uma mercadoria a quem esteja disponível para fazê-lo; e um software capaz de prever problemas futuros com o veículo e alertar sobre medidas preventivas necessárias antes que a situação se agrave. Esses são os produtos e serviços das startups SensCar (Uninter), iDeliver (Ufes) e Arquimedes (USP), respectivamente, que serão aceleradas na última etapa da edição 2017/2018 do programa Renault Experience, do Instituto Renault.

A partir do dia 8 de julho, as equipes escolhidas participarão da Aceleradora Renault, sediada na Hotmilk, uma das maiores aceleradoras de Startups do Brasil, parceira do Instituto Renault no programa. O local é dedicado e preparado para alavancar o projeto e a criatividade das finalistas. O produto/serviço será apresentado à direção da Renault do Brasil, além de executivos e especialistas. Ao final, a Renault pode investir nas startups, que também recebem o prêmio de R$ 30 mil para alavancar seus negócios.

“Em dois anos adotando o atual modelo de startups, o Renault Experience já recebeu quase 800 projetos, envolvendo um total aproximado de 3 mil estudantes e 130 instituições de ensino superior de 14 Estados do país. São pessoas que encontraram neste programa a oportunidade mais completa de inovar e empreender, uma vez que o Renault Experience acompanha desde a criação da ideia até sua transformação em um produto ou serviço pronto para chegar ao mercado”, afirma Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de Comunicação da marca.

Sobre o Renault Experience

Comemorando dez anos em 2018, o programa Renault Experience foi reformulado em 2016, adotando o atual modelo de startups. Com duração total de um ano, contém três fases, sendo as duas primeiras realizadas em ambiente on-line. Durante todo o processo, os participantes recebem a mentoria de profissionais da Renault e do mercado, além de professores da PUC-PR. Saiba mais sobre as etapas:

Fase 1 > Ideathon: Trata-se de uma trilha de conhecimento voltada ao empreendedorismo e à geração de ideias. Nesta etapa, os participantes recebem auxílio para exercitar, prototipar e validar as ideias para tornarem-se um negócio. Ao final do Ideathon, um projeto deve ser entregue. Ele será o objeto de avaliação para a próxima fase.

Fase 2 > Business Lab: Nessa fase, os selecionados recebem novos conteúdos para transformar sua ideia em um negócio viável, com conteúdo disponível para modelagem do projeto e mentorias especializadas para auxiliar a desenvolver o produto/serviço. As 30 startups da fase Business Lab passam a integrar uma Comunidade Renault de Startups, com benefícios e vantagens para o desenvolvimento do projeto.

Fase 3 > Aceleradora Renault.

Mais informações em renaultexperience.com.br e/ou institutorenault.com.br.
 
 
Instituto Renault

Criado há sete anos, o Instituto Renault tem como objetivo promover ações voltadas à sustentabilidade socioambiental, atuando em dois eixos: Mobilidade Sustentável com destaque para o programa “O Trânsito e Eu”; e Inclusão, por meio do qual são desenvolvidas ações voltadas ao Desenvolvimento Social, à Educação e à Diversidade. Mais de 600 mil pessoas já foram impactadas pelas ações do Instituto Renault.
 

Fotos Relacionadas

Baixar fotos selecionadas
Baixar todas as fotos

Releases Relacionados

  • Prêmio AEA de Meio Ambiente vai para projeto Casa da Costura, apoiado…

    Este é um dos programas de empreendedorismo social da Associação Borda Viva, vencedor na categoria Responsabilidade…

    Saiba mais

    Clique aqui para ver a notícia.
  • Dez startups de cinco Estados concorrem para chegar à final do programa…

    Saiba mais

    Clique aqui para ver a notícia.
  • Renault, por meio do Instituto Renault, apoia segunda fase da modernização…

    Saiba mais

    Clique aqui para ver a notícia.