Terça, 02 de março de 2021.

ALPINE F1 TEAM LANÇA SUA CAMPANHA 2021

- A Alpine F1 Team apresentou hoje a visão estratégica para sua participação na F1 a partir da temporada 2021 do Campeonato Mundial da FIA de Fórmula 1
- O A521 exibe as cores históricas da Alpine em competições: azul, branco e vermelho, que representam as cores das bandeiras francesa e britânica
- Esteban Ocon aparece pela primeira vez com as novas cores da equipe
- O novo diretor de competições Davide Brivio aparece ao lado de Laurent Rossi, CEO da Alpine, e Marcin Budkowski, diretor executivo
- Guanyu Zhou mantém a função de piloto de testes da escuderia em 2021
- A Alpine F1 Team destacou o apoio fundamental de seus parceiros premium: bp Castrol, MAPFRE, DuPont, Microsoft, EURODATACAR, Bell & Ross, le coq sportif e RCI Banque, além de seu valioso portfolio de fornecedores e parceiros técnicos

A Alpine F1 Team abriu oficialmente uma nova era hoje, lançando virtualmente a primeira temporada de sua história no Campeonato Mundial da FIA de Fórmula 1.
 
Batizado de A521, o monoposto deste ano aparece com um visual surpreendente associando as cores azul, branco e vermelho, sinônimo do legado e o pedigree da Alpine nos esportes a motor. O carro será motorizado com o Renault E-Tech 20B, um V6 de 1,6 litro concebido e desenvolvido por Viry-Châtillon, onde a montadora de automóveis francesa tem 45 anos de atividade ininterrupta na F1.
 
O A521 é uma evolução do R.S.20, que disputou a temporada 2020. De acordo com as alterações na regulamentação ocorridas no ano passado devido à pandemia, os principais elementos estruturais do A521 são os mesmos do ano passado. Entretanto, cada peça que não foi homologada foi desenvolvida e melhorada, principalmente na traseira, onde foram impostas alterações adicionais em termos de aerodinâmica pela FIA.
 
 “Estamos muito contentes de ver o nome potente e vibrante da Alpine na Fórmula 1. As novas cores, a nova equipe de direção e os planos ambiciosos representam uma nova largada, baseada em 40 anos de história. Vamos associar os valores de autenticidade, elegância e audácia da Alpine à nossa expertise em engenharia e chassis. Isso é o que representa a beleza de ser construtor na Fórmula 1. Vamos enfrentar os maiores nomes em corridas espetaculares, feitas e assistidas por apaixonados e fãs. Estou ansioso pelo início da temporada”, afirmou, Luca De Meo, CEO do Grupo Renault.

O primeiro monoposto da Alpine F1 Team será pilotado por Esteban Ocon e Fernando Alonso. Após uma pausa de dois anos, Fernando volta à Fórmula 1 para correr pela escuderia com a qual conquistou dois títulos de Campeão Mundial da F1, em 2005 e 2006.
 
Esteban inicia seu segundo ano com a equipe, baseando-se em sua forte campanha de 2020, quando conquistou seu primeiro pódio na Fórmula 1, no Grande Prêmio de Sakhir de 2020. O francês de 24 anos está iniciando sua primeira temporada completa na categoria, tendo estreado na série em agosto de 2016.
 
Agora a equipe é comandada por um novo trio de diretores formado por Laurent Rossi, CEO da Alpine, Marcin Budkowski, diretor Executivo, e Davide Brivio, diretor de Competições. Pat Fry e Rémi Taffin continuam respectivamente nas funções de diretor Técnico de Chassi e diretor Técnico de Motores.

Membro da Alpine Academy, Guanyu Zhou continua como piloto de testes da equipe, disputando o Campeonato de Fórmula 2 da FIA com a UNI-Virtuosi.
 
O primeiro carro de F1 concebido pela Alpine F1 Team dará suas primeiras voltas amanhã com  Esteban Ocon, durante um dia de gravações promocionais no Circuito de Silverstone, duas semanas antes dos testes oficiais pré-temporada no Circuito Internacional do Bahrein.
 
Laurent Rossi: “Temos o orgulho de apresentar hoje o primeiríssimo carro de Fórmula 1 da Alpine F1 Team para a temporada 2021. Esta é uma etapa importante para a Alpine, que está se posicionando como a marca na ponta da inovação do Grupo Renault. A Alpine se encaixa perfeitamente na exigência, prestígio e performance da F1 e estamos ansiosos para a estreia do A521 com nossos pilotos, o Bicampeão Mundial de Fórmula 1 Fernando Alonso e Esteban Ocon. Neste ano, nosso objetivo é claro: continuar no ritmo que alcançamos no ano passado e lutar pelo pódio. Nossa visão de longo prazo é ver o nome Alpine no mais alto degrau do pódio da F1. As competições estão no nosso DNA e chegou a hora de as cores da Alpine brilharem na categoria máxima do automobilismo esportivo, que é a Fórmula 1.”
 
Esteban Ocon: “Não vejo a hora de começar a temporada com o A521 no Bahrein. A pausa de início de ano foi ao mesmo tempo longa e intensa, com muitos preparativos. A equipe e eu estamos prontos para o ano que se inicia. Estou adorando as novas cores e, sendo francês, tenho um grande orgulho em exibir a bandeira da França no meu carro. Estou me sentindo mais preparado do que no ano passado e isso é totalmente normal, já que estou iniciando esta temporada após uma campanha completa em 2020. Quero começar no mesmo nível em que terminei o ano passado e não vejo nada que possa me impedir. Será incrível trabalhar com o Fernando, um piloto que admiro e uma pessoa que me inspira há muito tempo. Não vejo a hora de trabalhar em conjunto com ele e desafiá-lo na pista, para que a equipe alcance seus objetivos.”

Fernando Alonso: “Estou muito feliz de voltar à Fórmula 1 e fazer parte do novo capítulo da Alpine F1 Team na categoria. Trabalhei duro para este retorno e o objetivo é partir para o ataque logo de cara. Estar ao volante neste carro pela primeira vez será um momento emocionante e espero que nossas duas plantas possam curtir este momento. Temos uma bela equipe e devemos, com o Esteban, continuar nosso trabalho do ano passado para obter resultados. Sabemos que a temporada deve ser extremamente competitiva, mas estamos prontos para enfrentar o desafio. O carro parece incrível e tenho excelentes recordações de meus dias correndo de azul na Fórmula 1.”
 
Guanyu Zhou: “Estou muito contente por ser mais uma vez o piloto de testes da equipe, em meu terceiro ano no programa da Alpine Academy. Esta será minha segunda temporada nesta função, após ter sido piloto de desenvolvimentos da escuderia em 2019. Terei a oportunidade de participar dos progressos da equipe e será uma experiência extremamente valiosa em minha trajetória rumo à F1. Como piloto de testes, posso tentar ajudar a escuderia sempre que possível, seja nos circuitos ou no simulador em Enstone. A equipe confia bastante em mim e quero retribuir essa confiança ao contribuir para o desenvolvimento do carro durante a temporada.”

Releases Relacionados