Segunda, 20 de junho de 2022.

Esteban Ocon e Fernando Alonso pontuam e escuderia BWT Alpine F1 Team conquista melhor resultado da temporada da Fórmula 1

A BWT Alpine F1 Team marcou dez pontos, o melhor resultado da escuderia no quesito pontuação, ao final do Grande Prêmio do Canadá, realizado nesse domingo no Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal. Esteban Ocon cruzou a bandeira quadriculada em sexto lugar, logo à frente de Fernando Alonso. Entretanto, uma penalidade de cinco segundos imposta após a corrida fez o espanhol cair duas posições.

 

Largando em segundo no grid – sua melhor qualificação em dez anos – Alonso conseguiu marcar dois pontos, apesar de um suposto vazamento de ar. Ocon fez sua parte para ajudar o companheiro de equipe a cruzar a linha de chegada e compensar o déficit de velocidade de ponta nas retas, permitindo que o espanhol utilizasse o DRS nas últimas voltas.

Com os dez pontos marcados ao final da prova, a equipe mantém o quinto lugar no Campeonato de Construtores, a apenas oito pontos da McLaren.

Alonso fez uma boa largada, mantendo o segundo lugar nas primeiras voltas. Já Ocon conseguiu subir uma posição logo de cara, ficando em sexto. Na nona volta, Alonso se manteve na pista após a primeira das duas atuações do safety car virtual. Na 19ª volta, Alonso tinha acabado de passar pela reta dos boxes quando a segunda intervenção do VSC foi decretada, perdendo a oportunidade de trocar os pneus. Enquanto isso, Ocon aproveitou para colocar pneus duros.

Alonso finalmente trocou os pneus na 28ª volta. Ele estava em sétimo quando o safety car entrou na pista na 49ª volta, permitindo que a equipe chamasse seus dois carros para colocar pneus médios, na iminência do sprint final de 18 voltas que levaria o pelotão a cruzar a bandeira quadriculada.

Alonso sofreu de falta de ritmo devido ao que pareceu ser um vazamento de ar, mas Ocon permitiu que ele utilizasse o DRS até cruzar a linha de chegada. Apesar da Ferrari de Charles Leclerc ter avançado sobre a dupla, Ocon e Alonso conseguiram conter os ataques de Valtteri Bottas, terminando em sexto e sétimo lugares ao final da corrida de 70 voltas. Isso antes de uma penalidade de cinco segundos ter sido imposta ao espanhol, depois de ele ter cruzado a linha de chegada.

Esteban Ocon – Largada: 7º / Chegada: 6º

Estou muito satisfeito com o resultado de hoje, que permitiu que eu marcasse oito pontos. A equipe fez um excelente trabalho com o carro e a estratégia e tudo foi bem gerenciado no final. Estamos levando bons pontos para a equipe e demos um grande passo aqui no Canadá para o Campeonato de Construtores. Foi bacana poder ajudar o Fernando no final com o DRS, para manter o Valtteri [Bottas] para trás. Ainda precisamos conversar muito e tirar as lições deste fim de semana, mas o importante é continuar avançando com boas performances nas próximas corridas.

Fernando Alonso - Largada 2º / Chegada: 9º

Acho que merecemos mais do que terminar em nono neste fim de semana. Mas sempre é bom conseguir colocar os dois carros no top 10. No final, perdemos uma boa oportunidade de brigar por um pódio em potencial. Eu senti que tinha ritmo para conseguir chegar lá, mas fomos pegos pelo VSC na hora errada, logo após a primeira parada. Eu estava na reta principal quando ele foi sinalizado e não consegui aproveitar a oportunidade de passar no box antes do reinício da prova. Depois disso, tivemos que lidar com um problema no motor após a 20ª volta. Não abandonamos e utilizamos o DRS para nos defender, pois perdemos muito tempo nas retas. É decepcionante, principalmente depois da nossa performance no sábado, mas agora seguimos para Silverstone enquanto tentamos gerenciar nossos problemas de confiabilidade para marcar muito mais pontos.

Otmar Szafnauer, diretor da equipe:

A equipe está partindo do Canadá com o orgulho de ter marcado bons pontos neste domingo, graças ao sexto lugar de Esteban e o nono de Fernando, depois da penalidade pós-corrida. Apesar do forte ritmo no sábado, nos mantivemos realistas durante a corrida no domingo, conscientes que o principal objetivo seria pontuar com os dois carros para manter nossa dinâmica no campeonato. O Fernando teve falta de sorte com o timing das duas atuações do Safety Car Virtual no início da corrida e depois teve um pequeno problema que impediu que ele avançasse ainda mais no pelotão. Já o Esteban fez um bom início de prova e executou perfeitamente o plano implementado para avançar até a sexta posição, pilotando de forma inteligente e demonstrando um bom espírito de equipe para permitir que o Fernando utilizasse o DRS, o que garantiu nossas posições finais. Demonstramos nosso potencial neste fim de semana e aguardamos ansiosamente a próxima série de evoluções no carro para a próxima rodada, com o objetivo de brigar para subir ainda mais no grid.

Releases Relacionados