Terça, 11 de janeiro de 2022.

Novo ciclo de investimento, soluções inovadoras de mobilidade e energia limpa marcaram o ano de 2021 da Renault do Brasil

  • Anúncio de investimento de R$ 1,1 bilhão no Brasil para a renovação de cinco veículos da gama e lançamento de dois veículos elétricos até a metade de 2022, como o Captur com novo motor turbo 1.3 TCe flex e o Zoe E-TECH Electric de terceira geração, lançados em 2021
  • Lançamento de soluções inovadoras de mobilidade, como o Renault On Demand e Mobilize Share, e a implementação da garagem fotovoltaica de Fernando de Noronha para geração de energia limpa
  • Duster comemorou 10 anos de mercado brasileiro e a fábrica Curitiba Veículos Utilitários (CVU) completou 20 anos de produção
  • Instituto Renault reforçou suas ações de Inclusão e Segurança na sociedade, beneficiando 830 mil pessoas em seus 11 anos de atividade
  • Foram realizadas diversas ações para fortalecer a cultura de Diversidade & Inclusão 
  • 15 premiações e reconhecimentos para a Renault em produtos, serviços e ações em prol da sociedade

A Renault do Brasil concluiu o ano de 2021 com anúncio de um novo ciclo de investimento, lançamentos de produtos, soluções inovadoras de mobilidade e de geração de energia limpa, além de ações relevantes para a sociedade.

Logo no início do ano, em março, a fabricante anunciou investimento de R$ 1,1 bilhão no Complexo Ayrton Senna, no Paraná, voltados para a renovação da gama lançamento de dois veículos elétricos e um novo motor até a metade de 2022. Dois destes veículos foram lançados em 2021, o Captur com motor turbo TCe (Turbo Control Effiency) 1.3 flex e o Zoe E-TECH Electric e outros cinco modelos serão apresentados até a metade de 2022, sendo um deles, o elétrico Kwid E-TECH Electric. À época do anúncio, o presidente da Renault do Brasil, Ricardo Gondo, destacou que “mesmo num cenário de muitos desafios, a Renault segue investindo na atualização dos nossos produtos no Brasil”.

Em coerência com o plano estratégico “Renaulution”, anunciado em janeiro, a Renault do Brasil desenvolveu inovadoras soluções de mobilidade e energia. Exemplo disso foi a adoção pioneira do sistema Mobilize Share, dentro do Complexo Industrial Ayrton Senna, para os colaboradores Renault. O Mobilize Share também é utilizado nas parcerias de carsharing e locação de curta duração instaladas na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), Lactec, Casa LIDE, Copel e na concessionária Globo, em Curitiba. 

Em Fernando de Noronha, mais de 30 veículos elétricos Renault já circulam pela ilha, como parte do Programa Noronha Carbono Zero. Neste projeto, em parceria com a Administração de Fernando de Noronha, a WEG e a Polo foi implementado um posto de carregamento com o qual é possível garantir energia limpa e renovável para todos os veículos elétricos que rodam na ilha, e o excedente é disponibilizado para uso da população local. 

Produtos

Em abril, a Renault lançou a terceira geração do Zoe E-TECH Electric nas versões Zen e Intense no mercado brasileiro. O veículo 100% elétrico é pioneiro e líder de vendas na Europa. 

Em julho, foi a vez da fabricante lançar o Captur 2022, completamente renovado em seu design externo, trazendo uma revolução no interior e o moderno motor turbo TCe (Turbo Control Effiency) 1.3 flex, redefinindo o conceito de prazer ao dirigir. Produzido no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR), o Captur foi lançado em três versões de acabamento: Zen, Intense e Iconic e alcançou no segundo semestre de 2021 um crescimento superior a 120% nas vendas showroom, se comparado ao mesmo período de 2020, comprovando a ótima aceitação do modelo pelo consumidor final.

Em novembro a Renault iniciou as vendas do Sandero S Edition, série especial que traz uma combinação atraente de conforto e design esportivo para o hatch, mantendo todas as características que consagraram o modelo no mercado brasileiro, como o ótimo espaço interno, robustez e baixo custo de manutenção. 

Em dezembro, para celebrar a história de sucesso do Sandero R.S. 2.0, a Renault preparou um kit especial chamado “R.S. Finale” destinado para as 100 últimas unidades. O hot hatch, que teve mais de 4.600 veículos produzidos ao longo de sua história, conquistou uma legião de fãs ao longo da sua trajetória no mercado.  

Em 2021, a Renault do Brasil produziu nas fábricas de veículos de passeio e comerciais no Complexo Industrial Ayrton Senna 178.805 veículos, com destaque para o Kwid, que teve mais de 76 mil unidades produzidas no período, sagrando-se como o modelo mais vendido para cliente final em seu segmento. 

O Renault Master, por sua vez, reafirmou a sua liderança pelo oitavo ano consecutivo, com 57,6% das vendas no segmento FU3. 

 Do total de veículos produzidos, 30% foram exportados para outros mercados, reafirmando o Complexo como um pólo exportador de veículos como Kwid, Captur, Master e Oroch para os países da América Latina.

Renault: referência em soluções de mobilidade e energia limpa

A marca Mobilize gerencia serviços de mobilidade, energia e dados. Ela faz parte do Renault Group e fornece soluções de mobilidade flexíveis, promovendo uma transição energética sustentável.  

No Brasil, a Renault introduziu novos serviços e soluções e mobilidade aos seus clientes. No início do ano, lançou o Renault On Demand, uma evolução da startup Loopster, que traz diversos planos de assinatura customizáveis de longa duração, para que o cliente tenha sempre um Renault zero-quilômetro que atenda às suas necessidades com toda praticidade, segurança e conforto. 

Em julho, a Renault ampliou as operações do serviço de carsharing e locação de curta duração Mobilize Share instalado na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP) para os colaboradores do Lactec, um dos maiores centros de ciência e tecnologia do Brasil, com dois veículos Zoe E-TECH Electric, 100% elétricos, bem como três modelos Renault a combustão.

Em outubro, foi a vez do LIDE (Grupo de Líderes Empresariais) Paraná, grupo empresarial que integra o Sistema LIDE, iniciar a operação do serviço de carsharing e locação de curta duração, com um Renault Captur para uso profissional ou pessoal. Nesse mesmo mês, a Renault do Brasil, em parceria com a Companhia Paranaense de Energia (Copel), ofertou o mesmo serviço para os colaboradores da geradora e distribuidora de energia paranaense, com dois veículos Zoe E-TECH Electric, 100% elétricos.

Pioneira na comercialização de carro elétrico no mundo, a Renault oferta veículos elétricos para empresas e projetos de mobilidade desde 2013 no Brasil, com os modelos Zoe, Twizy e Kangoo. São vários projetos, como na ilha de Fernando de Noronha, e vendas a empresas como Porto Seguro, CPFL e Itaipu, entre outros. Além disso, o Zoe é comercializado ao cliente final desde 2018. Ao todo já são mais de 500 veículos elétricos Renault em circulação no país.

Em março, a Renault, em parceria com a Administração de Fernando de Noronha, a WEG e a Polo, inaugurou um ecoposto público para o carregamento dos carros elétricos que já circulam na ilha. A inauguração do ecoposto foi mais uma etapa do programa Noronha Carbono Zero, que, entre outras ações, proíbe a entrada de veículos movidos a combustão no arquipélago a partir de 2022, visando reduzir as emissões de gás carbônico (CO2). 

Em maio, a Renault inaugurou no Complexo Industrial Ayrton Senna o projeto Garagem Fotovoltaica, uma iniciativa para permitir a recarga de baterias de veículos elétricos de forma 100% sustentável e limpa. O modelo, desenvolvido em parceria com as empresas ABR Energias, BRAFER, Sistema FIEP e WEG, pode gerar 8,67 MWh/ano, quantidade que permite a recarga de até 167 baterias de diversos veículos elétricos como é o caso do novo Zoe E-Tech. Isso representa a possibilidade de rodar até 60 mil quilômetros ao ano, evitando a emissão de uma tonelada de CO2 no meio ambiente. 

Além disso, a Renault do Brasil entregou em novembro 100 Kangoo E-TECH Electric que foram incorporados à frota da Americanas S.A. Os veículos estão sendo utilizados para as entregas do tipo “last mile”, ou seja, do centro de distribuição para o consumidor. Eles foram distribuídos em nove cidades brasileiras, espalhadas em sete estados, oferecendo mais conforto, segurança e praticidade para os motoristas entregadores, bem como contribuindo para as metas de descarbonização do e-commerce. 

A Renault também possui outras iniciativas de mobilidade, como o VEM DF e VEM PR, que disponibilizam veículos elétricos da Renault para o uso compartilhado por servidores em órgãos públicos. Estes projetos foram desenvolvidos pela ABDI, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial em parceria com os governos locais e o Parque Tecnológico de Itaipu.

Motivos para comemorar

O ano de 2021 também foi marcado por fatos relevantes para a história da Renault no Brasil. Em junho, a marca, por meio do Instituto Renault, publicou seu 10º Relatório de Sustentabilidade. Nesta edição, estão destacadas as ações e resultados da montadora obtidos em 2020 nos âmbitos ambiental, social e de governança corporativa. O relatório é elaborado de acordo com as normas internacionais da Global Reporting Initiative (GRI) e alinhado com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS), refletindo o compromisso com a transparência e o diálogo com as partes interessadas.

Em novembro, foi a vez do Renault Duster, primeiro SUV produzido pela Renault no país, completar 10 anos no mercado brasileiro. O modelo, que já teve mais de 319 mil unidades comercializadas localmente, e mais de 3,5 milhões no mundo, sendo vendido em 65 países, construiu uma reputação de robustez e versatilidade no mercado nacional, bem como uma legião de consumidores fiéis ao modelo, nas duas gerações produzidas localmente. 

Em dezembro, a fábrica Curitiba Veículos Utilitários (CVU) completou 20 anos de atividades, com ótimos motivos para comemorar. Em duas décadas de operação, a CVU já produziu mais de 423 mil veículos de oito modelos diferentes. Destaque para a família de furgão e van Master, que inaugurou a produção da unidade em 2001 e é sucesso de vendas da marca no Brasil, sendo líder entre os furgões grandes (FU3) há sete anos consecutivos.

Ações socioambientais do Instituto Renault

O Instituto Renault, responsável pelas ações socioambientais da marca no país, vem colaborando com o desenvolvimento da sociedade e já impactou cerca de 830 mil pessoas ao longo dos seus 11 anos nos eixos de Inclusão e Segurança.

Ao longo de 2021, promoveu diversas ações para reduzir os impactos negativos da pandemia do coronavírus na sociedade. Em abril, foram doados 40 respiradores para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), para utilização no combate ao covid, que se somaram ao empréstimo de 18 cilindros de oxigênio das fábricas do Complexo Ayrton Senna e à doação de 10 mil máscaras descartáveis, produzidas pela Associação Borda Viva e Supera, para a área de saúde da prefeitura de São José dos Pinhais, e 500 máscaras faceshield produzidas por colaboradores voluntários da Renault do Brasil para a Femipa (Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná).

Além disso, as concessionárias Renault do Paraná (Fórmula, Aravel, Granvel, Globo e VIPCar) também se engajaram na ação solidária e doaram dois monitores multiparamétricos e uma bomba de infusão para a Secretaria de Saúde do Estado do Paraná.  

Em maio, o Instituto Renault realizou uma série de doações de cestas básicas e de itens de necessidade básica em regiões de vulnerabilidade social no Paraná e em São Paulo. Na região de São José dos Pinhais (PR) atuou em parceria com a Associação de Moradores e Amigos da Roseira e Borda do Campo (AMARB) e da Associação Borda Viva, concluindo a entrega de cestas básicas para cerca de 90 famílias moradoras da comunidade Borda do Campo.

Doações de itens de necessidade básica também foram feitas para o Lar Mãe Maria, na mesma região, que abriga cerca de 55 crianças e adolescentes. E, em São Paulo (SP), o Instituto realizou a entrega de cestas básicas para 50 famílias atendidas pela instituição Arca, localizada na Comunidade da Vila Prudente, região leste da cidade.

Em agosto, o Instituto Renault reforçou as ações de saúde com a doação de 15.300 máscaras faciais para auxiliar na proteção à Covid-19, para a prefeitura de São José dos Pinhais (PR). Os EPIs foram recebidos pela Defesa Civil, que destinou o material a profissionais da saúde e instituições sociais do município. 

Em dezembro, o Instituto concluiu a quarta turma do programa de educação profissional Geração Futuro, que teve início em 2019 e já resultou na formação profissional de 128 alunos da Borda do Campo, bairro no entorno das quatro fábricas do Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR). Nesta quarta edição do Geração Futuro, mais de 300 jovens participaram da seleção, resultando em 33 formandos.  

Já em seu eixo de Segurança, a Renault promoveu diversas atividades como a adesão, em abril, ao Programa Laço Amarelo, uma iniciativa criada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), que tem o objetivo de sensibilizar para reduzir o número de acidentes de trânsito no Brasil. 

Em maio, no mês do Movimento Maio Amarelo, promoveu, em parceria com o Observatório Nacional de Segurança Viária o “Open Fórum de Trânsito Renault: Respeito e Responsabilidade, Pratique no Trânsito”, um debate com especialistas sobre o panorama de segurança da última década de trânsito no Brasil e as expectativas para os próximos dez anos.

Em setembro, como parte das ações da Semana Nacional de Trânsito 2021, o Instituto Renault promoveu diversas iniciativas voltadas para colaboradores e clientes, com o objetivo de conscientizar a população a praticar o respeito e a responsabilidade no trânsito. 

Para os colaboradores, a Renault ofereceu 1.000 cursos on-line de direção segura Drive For Life e, para os clientes, promoveu em outubro a terceira edição do Curso de Direção Segura Renault, em São Paulo. O evento, que teve como participantes clientes Renault e entidades parceiras, apresentou de formas teórica e prática técnicas para permitir a condução segura, usando veículos Renault.

Fortalecendo a cultura de Diversidade & Inclusão

Reforçando também suas ações de Diversidade & Inclusão, a Renault do Brasil anunciou duas importantes adesões em 2021. Em maio associou-se ao Movimento Mulher 360, iniciativa empresarial lançada em 2015 como uma organização independente e sem fins lucrativos, que busca promover a discussão de iniciativas que busquem a equidade de gênero e o aumento da participação feminina no ambiente corporativo, nas comunidades e na cadeia de valor.

Neste mesmo mês, a fabricante se tornou a primeira montadora de automóveis no país membro signatário da Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial, um movimento criado em 2015 e formado por empresas e instituições comprometidas com a promoção da inclusão racial e a superação do racismo. 

Valorizando as ações do eixo de Inclusão do Instituto Renault, no dia da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), comemorado em 24 de Abril, a Renault do Brasil, por meio do Instituto Renault, ampliou as suas iniciativas de inclusão de pessoas com deficiência com a Maya, uma tradutora virtual que tornou acessível os conteúdos presentes nos canais da marca. Por meio da Língua Brasileira de Sinais Libras, a personagem permite o acesso ao conteúdo dos sites para pessoas surdas e deficiente auditivas enquanto um leitor de voz faz a leitura dos textos para pessoas com deficiência visual, como baixa visão, disléxicos e pessoas com dificuldade de leitura. 

Em setembro, o Instituto e o projeto social Supera desenvolveram uma linha de produtos exclusivos com a temática LGBTQIA+, batizada de Be Proud. A coleção de 12 itens traz ecobags, shopper bags, shoulder bags e necessaires produzidos com tecidos automotivos reaproveitados de fornecedores Renault, além de camisetas, squeezes, canecas e outros itens. 

Premiações e reconhecimentos 

Ao longo de 2021, a Renault do Brasil recebeu importantes reconhecimentos tanto por seus produtos como por sua atuação institucional e em ações de Diversidade & Inclusão. 

Em produtos, o Renault Kwid foi eleito em maio o veículo com Melhor Revenda na categoria hatch subcompacto de acesso, no prêmio da revista Quatro Rodas em parceria com a Kelley Blue Book (KBB). O Kwid registrou a menor desvalorização do segmento (-22,09%). Segundo a revista, o modelo da Renault se destaca pelo número de vendas (quase 50 mil unidades em 2020) e por ter quatro versões (Life, Zen, Intense e Outsider).

O Kwid ainda recebeu outras duas importantes premiações: em agosto, pelo quinto ano consecutivo, o selo de Melhor Compra do segmento na categoria “Carros até R$ 55.000” da revista Quatro Rodas. Novamente, segundo a publicação, a boa relação custo/benefício da versão Zen é o trunfo para se manter no primeiro lugar do pódio. Em outubro, o modelo foi eleito, mais uma vez, o vencedor do selo Maior Valor de Revenda – Autos, na categoria “Entrada”, com índice de valorização de 14,5% depois de um ano de uso. 

O Renault Master, nas versões Furgão e Minibus, foram eleitos em julho, pelo segundo ano consecutivo, vencedores da Certificação Campeão de Revenda 2021, promovida pela SFCom, que edita a revista FROTA&Cia. O estudo aponta as marcas, modelos e versões de veículos comerciais que apresentaram a menor depreciação de preços no período de três anos, usando como referência a Tabela Fipe. 

No mesmo mês, o Renault Master Furgão também foi eleito, pelo quinto ano consecutivo, vencedor da 7ª edição do Selo Maior Valor de Revenda – Veículos Comerciais 2021, na categoria Furgão de Carga. O modelo também conquista, pela terceira vez, o título de Campeão Geral entre os utilitários, no estudo de depreciação promovido pela equipe de pesquisa do portal Autoinforme.

O Renault Zoe E-TECH Electric, modelo pioneiro e líder de vendas nos principais mercados europeus, e que teve sua terceira geração lançada no ano passado no Brasil, conquistou em dezembro o título de Automóvel Elétrico de 2021 na 23ª edição do Prêmio Imprensa Automotiva, promovido pela ABIAUTO (Associação Brasileira da Imprensa Automotiva). Em uma votação promovida por um júri de 38 jornalistas dos principais meios de comunicação do Brasil, e especializados no setor automotivo, o Zoe E-TECH Electric se sagrou como destaque em sua categoria.

No aspecto institucional, a Renault do Brasil conquistou em abril a certificação Great Place to Work (Melhores Empresas para Trabalhar), concedida pela consultoria global GPTW a partir da aplicação de pesquisa de clima organizacional, que analisa, através da percepção dos colaboradores, o nível de satisfação em relação ao ambiente de trabalho. Em novembro, a fabricante conquistou o reconhecimento Great Place to Work (Melhores Empresas para Trabalhar) no Estado do Paraná, concedido pela consultoria global GPTW.

A marca também recebeu, pelo terceiro ano consecutivo, o título de “Montadora Parceira do Setor de Reparação Independente”, na 12ª premiação “Os Melhores do Ano”, evento realizado em setembro pelo Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de São Paulo (Sindirepa). A marca foi reconhecida por suas importantes iniciativas frente aos mecânicos independentes profissionais, entre elas se destaca o portal Mecânico Renault. Em novembro, a Renault do Brasil foi reconhecida no Prêmio Conarec 2021 (Congresso Nacional das Relações Empresa-Cliente), conquistando, pelo segundo ano consecutivo o troféu para Empresas Contratantes no segmento Automóveis.

Em suas ações socioambientais, a Renault do Brasil também foi agraciada, em maio, com o Prêmio Eco, na categoria “Sustentabilidade em Processo”, pelo Projeto Aterro Zero, uma iniciativa implementada pela montadora em 2016, que internalizou a gestão de resíduos da fabricação e introduziu o conceito de economia circular, com ganhos substanciais para o meio ambiente e para a empresa. 

O Instituto Renault também recebeu, durante a 7ª edição do Prêmio L’Auto Preferita realizada em novembro, o título de “Melhor Projeto Socioambiental 2021, pelo apoio à Associação Borda Viva e Supera, do Paraná, no projeto de reaproveitamento de materiais oriundos da fabricação de automóveis. A partir de aparas de tecidos de bancos e cintos de segurança, doados pelos fornecedores da Renault, são transformados em produtos, como bolsas, mochilas, necessaires e outros itens, disponibilizados em 75 concessionárias da Renault em todo o Brasil. O Instituto Renault também conquistou o Prêmio Regional Aberje 2021, na categoria de publicação especial, com o livro sobre a história do Instituto.

As ações da Renault do Brasil em Diversidade & Inclusão também foram reconhecidas. Pela terceira vez consecutiva, a fabricante conquistou o troféu Ouro do Prêmio WEPs – Empresas Empoderando Mulheres, iniciativa baseada nos Princípios do Empoderamento das Mulheres (Women’s Empowerment Principles), que reconhece as empresas comprometidas com a cultura da equidade de gênero no Brasil.

A Renault recebeu ainda dois prêmios AB Diversidade 2021, promovido pela Automotive Business em parceria com a MHD Consultoria, nas categorias Gênero – Melhor conjunto de indicadores na liderança e LGBTI+. A premiação reconhece empresas que se destacaram nos indicadores da terceira edição da pesquisa Diversidade no Setor Automotivo, estudo que mapeia e traz parâmetros da presença de diferentes grupos nas empresas do segmento, como mulheres, pessoas negras, LGBTI+, PCDs e multigerações. 

Sobre a Renault do Brasil  

Produzindo no Brasil há mais de 23 anos, a Renault do Brasil conta com quatro fábricas no complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR): a de veículos de passeio (CVP), a de comerciais leves (CVU), a de motores (CMO), além da fábrica de injeção de alumínio (CIA). 

Oferecendo uma gama completa veículos como o Kwid, Sandero, Stepway, Logan, Duster, Oroch, Captur e Master e, ainda, o Zoe E-Tech, veículo 100% elétrico, a Renault inovou ao lançar a venda de produtos 100% on-line, entre outras soluções para facilitar a vida dos clientes. Com o Renault On Demand, serviço de aluguel de veículos a longo prazo, a Renault traz novas soluções de mobilidade, juntamente com vários projetos de compartilhamento de veículos. Desenvolvemos, ainda, soluções de geração de energia limpa com parceiros, como, por exemplo, o projeto de Fernando de Noronha onde foi construída uma garagem fotovoltaica que abastece os mais de 30 veículos elétricos que rodam por lá. 

O Instituto Renault, responsável pelas ações socioambientais da marca no país, vem colaborando com o desenvolvimento da sociedade e já impactou cerca de 830 mil pessoas ao longo dos seus 11 anos nos eixos de Inclusão e Segurança.

Releases Relacionados

  • Renault Group mantém crescimento nos segmentos criadores de valor

    Saiba mais

    Clique aqui para ver a notícia.
  • Renault e TheArsenale revelam o AIR4, para que não sejam necessárias…

    Feito para comemorar o 60º aniversário de um ícone, o AIR4 é um show car voador inspirado…

    Saiba mais

    Clique aqui para ver a notícia.
  • Renault realiza exposição de veículos históricos da marca no Complexo…

    Modelos únicos, como o primeiro Scenic fabricado no Brasil, passando por esportivos raros como o Clio V6, carros-conceito,…

    Saiba mais

    Clique aqui para ver a notícia.