Quarta, 17 de novembro de 2021.

Zona rural adota mobilidade elétrica compartilhada

O acesso a novas formas de mobilidade não é um problema apenas das grandes metrópoles, sendo também objeto de questionamento em várias áreas rurais. Apesar de ser fácil ter acesso a vários serviços em qualquer lugar por meio de um clique, o transporte ainda constitui um problema para aqueles que vivem no interior. O transporte público pode ser uma solução, mas este tipo de serviço é muitas vezes raro e até mesmo inexistente.

Contudo, a zona rural também pode ter acesso a serviços de mobilidade inteligente, verde e compartilhada, podendo ser acessada por qualquer pessoa, assim como acontece nas grandes cidades. Este desafio é ainda maior em um momento em que as zonas com menor densidade demográfica estão sendo mais valorizadas do que nunca. Alguns municípios levam o assunto bastante a sério, demonstrando grande capacidade de inovação. Este é o caso de Luitré-Dompierre que, com seus 1.900 habitantes e localizada em plena área rural na região francesa da Bretanha, encontrou uma solução com a implementação de um polo de serviços que disponibiliza a solução de carsharing Mobilize Share.

“Ajude a si mesmo que o céu vai ajudar também” – este é um dos lemas de Michel Balluais, prefeito de Luitré-Dompierre, que faz parte de Ille-et-Vilaine. Convencido da necessidade de facilitar o acesso ao transporte, ele decidiu agir com o acordo dos moradores do município, para oferecer diferentes soluções de mobilidade a todos os cidadãos. A parte principal do sistema criado é o serviço de carsharing Mobilize Share.

“Queremos oferecer soluções para facilitar o transporte diário ou pontual, nos inserindo nos meios de transporte virtuosos”, conta Michel Balluais, prefeito de Luitré-Dompierre.

Do café com o cidadão à implementação do serviço: a origem de uma mobilidade reinventada

Tudo começou com um café com o cidadão, em que os habitantes foram convidados a compartilhar suas necessidades. “Nosso município tem muitos diferenciais”, destaca o prefeito. “Estamos localizados no trajeto da ciclovia V9, que liga o Monte Saint Michel à Châteaubriant, no coração de uma região turística. Estamos a menos de 10 km do município de Fougères e a apenas 45 minutos de Rennes.”

Vários habitantes de deslocam até estes destinos, mas as necessidades de mobilidade são consideradas mais “modestas”: fazer compras e ter acesso a diferentes serviços nas imediações, por exemplo.

“O nosso objetivo é permitir que todo cidadão, economicamente ativo ou aposentado, possa se deslocar como quiser sem precisar usar um carro particular o tempo todo. Ou seja, queremos incentivar a mobilidade compartilhada oferecendo uma série de soluções de transporte coletivas”, explica Michel Balluais.

Pool de serviços com dois Renault ZOE 100% elétricos oferecidos em carsharing

O município de Luitré-Dompierre enfrentou este desafio de forma entusiasmada, como se fosse uma equipe de projeto, criando um pool de serviços. A parte principal do sistema criado é o serviço de carsharing Mobilize Share, que disponibiliza dois Renault ZOE 100% elétricos.

O prefeito e sua equipe decidiram implementar uma estratégia em três etapas: primeiro projetar a infraestrutura, para depois montá-la e incentivar seu uso.

A infraestrutura foi implantada em uma área de passagem nos limites da cidade, incluindo uma sinalização específica. A área agrupa diferentes serviços, como um espaço lavanderia, estacionamento para motorhome, ponto de encontro para caronas, disponibilização de bicicletas elétricas e um serviço de carsharing com dois Renault ZOE 100% elétricos, associado a um terminal de recarga. Tudo foi pensado para facilitar a mobilidade dos habitantes desta área rural, com uma estratégia multimodal.

A implementação do projeto conta com o apoio da Comissão Europeia, por parte do programa FEADER, o Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural, que tem como objetivo amparar as estratégias de desenvolvimento local.

Facilitando a vida dos habitantes 

Em áreas de menor densidade demográfica, como é o caso do município de Luitré-Dompierre, os habitantes normalmente têm grande dependência do carro. Ter um e até mesmo dois veículos por residência pode ser uma necessidade, sendo frequentemente associada a um sentimento de liberdade: “posso sair quando eu quiser, sem ter que me programar”. A chegada deste serviço facilitou a vida de famílias que tinham apenas um veículo, mas às vezes precisavam se dirigir até dois locais diferentes ao mesmo tempo. Em breve, é possível que muitos cheguem à conclusão que talvez não seja realmente necessário ter dois veículos, já que é muito mais simples reservar um veículo compartilhado quando for preciso, de forma fácil e rápida e por meio de um aplicativo.

O município decidiu acompanhar de perto a implementação do serviço, dedicando uma pessoa da prefeitura de Luitré-Dompierre para acompanhar os usuários, aproveitando para colher sua opinião sobre o serviço e analisando “ao vivo” a frequência e forma de utilização dos veículos elétricos ZOE. Para alguns condutores, além de conhecerem o serviço de carsharing, eles também têm a oportunidade de se familiarizar com o prazer da condução elétrica. 

Mobilize Share: uma solução simples e eficaz

O carsharing oferece inúmeras vantagens. Contar com esse serviço pode ser uma forma de economizar, eliminando a necessidade de adquirir um segundo veículo, por exemplo. Acima de tudo, ele constitui uma solução de acesso quase permanente à mobilidade.

Com o serviço de carsharing Mobilize Share, o Sr. Bertel pode ter um veículo à disposição quando sua esposa precisa usar o carro particular do casal. Simples e econômica, esta alternativa não constitui nenhum obstáculo à liberdade do aposentado de ir e vir.

“Às vezes minha esposa e eu precisamos de um veículo na mesma hora, seja para fazer compras ou visitar nosso filho, na cidade de Rennes”, conta Bertel, habitante de Luitré-Dompierre.

Com apenas alguns cliques no aplicativo Mobilize Share, ele pode reservar um dos dois Renault ZOE. A autonomia de 395 km(conforme o ciclo padrão WLTP) do veículo 100% elétrico é mais do que suficiente para o trajeto de ida e volta a Rennes e até mesmo para ir mais longe, se for preciso.

O terminal de recarga instalado no município pela prefeitura também é o local de retirada e devolução dos veículos. Isso porque o serviço de carsharing funciona em “ciclo fechado”, ou seja, o usuário deve devolver o veículo no mesmo local de retirada. 

Os veículos podem ser reservados por hora ou por dia e a prefeitura assume as despesas relacionadas à carga/recarga e manutenção dos veículos, oferecendo preços atraentes: 5 euros por hora e pacote de 24h por 25 euros, por exemplo.

Carsharing atende as necessidades de mobilidade das pequenas cidades

As iniciativas para oferecer novas soluções de mobilidade na zona rural tem se multiplicado e os resultados são transformadores. O carsharing surge como alternativa ou complemento para as soluções de transporte existentes, além de ser uma solução prática e eficiente, pois ajuda a diminuir o trânsito e permite otimizar a verba para transporte da população.

“No caso de uma frota de veículos elétricos como temos em Luitré-Dompierre, o carsharing permite aliar mobilidade e respeito ao meio ambiente, atendendo as necessidades dos nossos cidadãos, que buscam soluções de mobilidade mais verdes e sustentáveis”, conclui o prefeito.

Galeria Vídeos Relacionados

Releases Relacionados